Você já ouviu falar em consumo responsável? 

Você já ouviu falar em consumo responsável? 

Essa prática se refere a adotar comportamentos conscientes ao fazer compras e tomar decisões de consumo, levando em consideração os impactos sociais, ambientais e econômicos.

Segundo o Ministério do Ambiente e do Instituto Akatu, é o “ato de considerar durante o processo de compra de um produto o equilíbrio entre sua satisfação pessoal, as possibilidades ambientais, os impactos de longo prazo e os efeitos sociais e financeiros de sua decisão”. 

Este consumo, também conhecido como consciente, sustentável, crítico, ético ou solidário, busca melhorar a produção, distribuição e aquisição de produtos e serviços, incentivando as práticas colaborativas.

Dicas para quem quer praticar o consumo responsável

✅ Faça uma análise crítica antes de fazer uma compra, refletindo se realmente precisa desse item.

✅ Prefira produtos sustentáveis, ou seja, aqueles que usam materiais recicláveis ou renováveis.

✅ Dê preferência a empresas que valorizem a sustentabilidade, a transparência e a responsabilidade social.

✅ Considere a possibilidade de compartilhar ou trocar itens com outras pessoas, em vez de sempre comprar algo novo.

✅ Doe itens como roupas, sapatos e brinquedos que você não utiliza mais para pessoas que precisam.

Porém, mais do que dicas a serem seguidas, devemos adotar hábitos de consumo consciente, com o intuito de mudar os rumos do planeta.

Hábitos de preservação ambiental 

– evite imprimir papéis, diminuindo assim o gasto desse recurso;

– busque usar meios de transporte alternativos, como bicicletas e patinetes, ou crie o hábito de caminhar, afim de diminuir o uso de carros;

– separe o lixo em orgânico e reciclável e busque fazer a compostagem na sua casa, reduzindo com isso a emissão de gás metano (um dos principais causadores da aceleração do efeito estufa) e melhorando a qualidade do ar, além de obter com isso, um potente adubo orgânico;

– dê preferência aos alimentos orgânicos, que não usam agrotóxicos, ou às frutas, verduras e legumes da época, que exigem um menor uso destes agentes. Você pode também fazer a sua própria horta, contribuindo assim para uma alimentação de qualidade.

Hábitos de uso racional da água 

– utilize água de reuso para lavar o quintal e a calçada;

– durante o banho, feche o chuveiro para se ensaboar;

– feche a torneira enquanto estiver escovando os dentes. 

Hábitos de consumo racional de energia elétrica

– prefira lâmpadas de LED;

– tire da tomada os aparelhos elétricos e eletrônicos que não estiverem sendo utilizados;

– verifique a quantidade de energia que um aparelho gasta antes de comprá-lo.

Hábitos para uso consciente do dinheiro

– recorra às trocas, reaproveitamento e/ou conserto de produtos, buscando usufruir a duração máxima deles;

– incentive as pessoas com quem convive a adotarem práticas e hábitos conscientes, de economia de água, energia, menor consumo e reaproveitamento de produtos;

– não compre de marcas ou empresas que utilizem trabalho escravo; 

– não compre itens pirateados ou contrabandeados, pois esse tipo de mercadoria envolve fabricação, distribuição e venda sem qualquer tipo de fiscalização, fortalecendo a violência e o crime organizado.

Seja um multiplcador da prática do consumo responsável, compartilhando este conceito na sua casa, no seu trabalho ou na sua comunidade. Faça acontecer! 

Fontes: 

Portal do Consumo Responsável

Blog ABAC – Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios

COBASI – Blog

NATURA – Blog

Author picture

Este artigo foi publicado por PHARMÁCIA ESSENCIAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress