A importância do sono

A importância do sono - Pharmácia Essencial

De acordo com a OMS, cerca de 40% da população mundial tem alguma dificuldade para dormir. No Brasil,  segundo o IBOPE, 65% da população afirma ter uma baixa qualidade de sono, ou seja, não tem um sono restaurador. Insônia, apneia, bruxismo, pernas inquietas, são alguns dos vários distúrbios do sono. E no que isso implica?

O sono é uma necessidade fisiológica e está diretamente ligado à saúde física e mental do indivíduo. Noites mal dormidas podem afetar o sistema imune, prejudicar a memória, causar distúrbios mentais, como a depressão, e desequilibrar o metabolismo, aumentando o risco de obesidade,  hipertensão e outras doenças cardiovasculares.

Recomenda-se, para um adulto, de sete a nove horas de sono, mas essa necessidade pode variar dependendo do indivíduo. No descanso do sono ocorrem eventos importantes como processamento de emoções, fixação de informações e formação da memória,  produção de hormônios e até  a prevenção de diferentes tipos de câncer,  como o de próstata. 

Para uma boa noite de sono alguns hábitos devem ser incorporados à sua rotina:

– evitar aparelhos eletrônicos como computador,  TV e celular 1 hora antes de dormir. A luz azul emitida por esses aparelhos interrompe a produção de melatonina, o hormônio do sono.

– Criar um ambiente escuro e aconchegante para que o sono seja estimulado. O uso de óleos essenciais relaxantes e calmantes,  como o de lavanda, favorecem o sono.

– Respeitar o horário de ir dormir para que o sono seja repousante.

– Evitar tomar bebidas estimulantes, como café,  chá preto e alguns refrigerantes, pelo menos 6h antes de ir dormir.

– Evitar vícios como cigarro e álcool, os quais, dentre dezenas de outros malefícios, prejudicam o sono.

– Cochilos prolongados ao longo do dia prejudicam o sono noturno. Apenas 30 minutos após o almoço é suficiente para um bom descanso.

E se mesmo assim você continuar tendo noites ruins de sono, procure um neurologista para uma avaliação.

Referências:

Author picture

Este artigo foi publicado por PHARMÁCIA ESSENCIAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

plugins premium WordPress